Singeperon presente em mobilização em Brasília pela aprovação da PEC 308

Rondônia está representada pelo presidente do Singeperon, Sidney Andrade, e o diretor Ronaldo Rocha. (Foto: divulgação)

 

A luta pela aprovação da PEC 308 já vem ocorrendo por quase 13 anos. As lideranças defendem que a aprovação da matéria é uma forma do Congresso fazer justiça com os agentes penitenciários, já que, dentre suas atribuições, exercem funções de natureza policial, como o controle de rebeliões, apreensões de ilícitos e o combate ao tráfico de drogas. No entanto, falta o reconhecimento constitucional.

 

A matéria já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e aguarda votação em dois turnos no Plenário. Depois, seguirá para apreciação também no Senado. Para tanto, a adesão de cada parlamentar é importante para que haja os votos favoráveis suficientes –  são necessários, no mínimo, 308 votos.

 

Rondônia presente

 

A Federação Nacional dos Servidores Penitenciários (Fenaspen) convocou os dirigentes sindicais para buscarem apoio das bancadas de seus respectivos  estados. Rondônia está representada pelo presidente do Singeperon, Sidney Andrade, e o diretor Ronaldo Rocha, que também integra a diretoria da Fenaspen.

 

Nesta terça-feira (7), os sindicalistas de Rondônia participaram de reunião na Presidência da Câmara e ainda com o deputado federal Marcos Rogério (DEM-RO), que reafirmou seu compromisso com a categoria. Rogério já protocolou requerimento de inclusão da PEC 308 na Ordem do Dia.

 

 

Esta é a primeira mobilização que Sidney Andrade participa como presidente do Singeperon. Ele revela que vê em Brasília um cenário favorável para a aprovação da PEC. “As adesões dos parlamentares têm sido expressivas. A PEC 308 ganhou muita força na Câmara, e a sensação que temos é que os deputados já se sentem na obrigação de aprovar, reconhecendo que os agentes penitenciários já esperaram demais”,  avaliou Sidney.

 

 

Fonte:  TVdotrabalhador.com

 

MENSAGEM RÁPIDA

2013 -SINGEPERON - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS