NOTA SINGEPERON: Apenas o deputado federal de Rondônia Expedito Netto votou contra o projeto da Reforma Trabalhista

 

O Singeperon vem lamentar a aprovação, na Câmara dos Deputados, do projeto da Reforma Trabalhista do governo Temer. Mesmo com os apelos em favor da classe trabalhadora, apenas 177 deputados votaram contra esse famigerado projeto, que fere direitos garantidos na Constituição Federal.

  

E nos indignamos com o fato de 296 deputados terem votado a favor do projeto e contra os trabalhadores. Destacando que, dos oito deputados federais de Rondônia, sete votaram “SIM”, e apenas um deles teve a firmeza de dizer “NÃO” ao projeto da Reforma Trabalhista.

  

Cabe a nós aplaudir e reconhecer a postura do deputado federal Expedito Netto, ao se posicionar na contramão da maioria, se mostrando um exemplo para os demais membros da bancada federal de Rondônia, que não tiveram a mesma atitude – pelo contrário! Flexibilizaram-se a favor de um governo injusto, que penaliza os mais fracos (os trabalhadores) e protege os interesses dos mais fortes (os patrões, os grandes empresários).

 

 

 A aprovação do projeto da Reforma Trabalhista, nesta quarta-feira (26), e que agora segue para o Senado, representa um ataque direto à Constituição. Na prática, os deputados decretaram o fim do 13º salário, das férias, licença-maternidade, fundo de garantia, entre outros benefícios já consolidados, ao permitir a criação de sistemas precários de contratação.

 

 Portanto, repudiamos veementemente a atitude desses deputados que desonraram o compromisso com os trabalhadores que os elegeram, votando a favor dessa nociva reforma trabalhista arquitetada pelo Presidente Michel Temer.

 

 Diretoria do SINGEPERON 

Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores do Estado de Rondônia.

 

MENSAGEM RÁPIDA

2013 -SINGEPERON - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS