Descaso: servidores fazem “cotinha” para comprar água em presídios e na Sejus

Há cerca de 20 dias, os servidores da Secretaria Estadual de Justiça (Sejus), incluindo agentes penitenciários e sócio educadores, estão fazendo “cotinhas” para comprar água mineral para beber nos presídios, unidades sócio educativas e até no Palácio Rio Madeira, próximo ao gabinete do governador Confúcio Moura (PMDB).

 

O diretor social do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Sócio Educadores de Rondônia (Singeperon), Ronaldo Rocha, já esteve duas vezes na sede da Sejus para averiguar o que estava acontecendo para ocorrer a grave falha. “Me reuni com o secretário Marcos Rocha e com o Góes, que é o coordenador, e eles me falaram que o fornecedor tinha quebrado e eles estavam providenciando uma licitação. Na terça-feira, dia 17, estive na SIC TV e falei sobre o assunto em entrevista ao vivo. Que eu já tinha cobrado do secretário e isso era um absurdo: nós fazermos cotinha para comprar água. Nesta quinta-feira, dia 19, já ouvi falar informalmente que o processo já foi finalizado. Mas não é oficial”.

 

Resta saber até quando os servidores da Sejus, que já enfrentam tantas dificuldades nas unidades prisionais e de internação, continuarão tirando dinheiro do bolso para ter que beber água. 

 

MENSAGEM RÁPIDA

2013 -SINGEPERON - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS