Deputado Anderson garante apoio para aumentar efetivo nas unidades socioeducativas

 

Junto com uma comissão de aprovados do último concurso, Anderson externou sua preocupação.

 

A preocupação com a falta de efetivo nas unidades de internação socioeducativas de Porto Velho (RO) e o consequente dano na rotina das atividades foi demonstrada pelo deputado estadual Anderson do Singeperon (PV) ao Juizado e Promotoria da Infância e da Juventude da Capital, em reunião na manhã de segunda-feira (30), na sede do 1º Juizado da Infância e Juventude.

 

Acompanhado de uma comissão de aprovados do último concurso para o cargo de socioeducador da Secretaria de Estado de Justiça de Rondônia (Sejus), Anderson pediu o apoio do titular do Juizado, juiz de direito Marcelo Tramontini, e do promotor de justiça Éverson Pini, para somar forças e buscar uma solução junto ao Poder Executivo.

 

“Há muito tempo o efetivo nas unidades socioeducativas de Porto Velho só vem diminuindo, fato que coloca em risco os servidores e os próprios adolescentes nessas unidades. Cada vez mais os socioeducadores são vítimas de agressões, aliada à falta de condições de trabalho, como também as ações de socioeducação junto aos internos acabam sendo prejudicadas”, ressaltou Anderson Pereira que reforçou a necessidade para a convocação de uma 2ª turma da academia pelo Estado.

 

Segundo o parlamentar, tanto o Judiciário, quanto o Ministério Público (MP) se dispuseram em agregar na questão, sendo que o MP já estuda uma possível recomendação ao Estado para a contratação de 70 a 80 servidores. “Nestes pouco mais de 10 meses de mandato, já fizemos indicações e nos reunimos com as autoridades estaduais, no sentido de aumentar o efetivo no sistema socioeducativo. É um problema que necessita da atenção de todos os poderes que lidam com a problemática do adolescente em conflito com a lei”, reforçou.

 

Texto: Assessoria de Comunicação do deputado Anderson do Singeperon.

MENSAGEM RÁPIDA

2013 -SINGEPERON - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS