CONQUISTA: Após firme atuação Sindical e Parlamentar, Governo recua da proposta de transformar Secretaria de Justiça em Superintendência

 

 

 Desde de que o projeto de lei que trata da extinção da Secretaria de Justiça, Sejus, chegou a Assembléia Legislativa, uma intensa mobilização se instaurou por parte da diretoria do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia, Singeperon, juntamente com o gabinete do Deputado Anderson do Singeperon (PV), na intensão de analisar os efeitos da proposta. Após quase dois meses de atuação em reuniões, sessões planárias, audiências pública e de instrução, finalmente a categoria teve resultado positivo.

 

Nesta quarta-feira, 13, o Governo Confúcio recuou ao sinalizar que desiste da intensão de transformar a Secretaria de Justiça, Sejus, em uma Superintendência subordinada à Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania, Sesdec.

 

 Para Ronaldo Rocha, Diretor Social do Singeperon, o projeto do Governo sempre foi visto de forma duvidosa. “Mesmo o Estado não sendo digno de crédito algum da categoria, sempre mantivemos um posicionamento aberto ao diálogo, e ainda assim, a proposta não nos foi apresentada de maneira convincente e eficaz. Fico feliz pela desistência do Governo. Queremos mudanças sim, mas com a garantia de que sejam feitas sem prejuízos à categoria, e às atividades do sistema prisional. ”

 

 

Ronaldo Rocha, diretor social do Singeperon durante discurso na Assembléia Legislativa - RO (Foto: Charles Moraes)

 

Segundo o Delegado Sindical, Cleber Dias, o sistema penitenciário de Rondônia tem outras urgências no momento. “Enquanto o Governo discute essa mini-reforma, temos um sistema defasado, servidores sendo enrolados há anos com a novela do PCCR, sem contar as condições de trabalho, o presídio de Ariquemes, por exemplo, com capacidade para 230 apenados, abriga cerca de 450, é mais que o que dobro da quantidade permitida, tem até detentos na enfermaria da unidade, e o governo vem com essa história de reforma. Se não fosse nós, agentes penitenciários no dia a dia do plantão, a tragédia já teria acontecido no presídio há muito tempo”, conclui.

 

Cleber Dias, delegado sindical do Singeperon durante discurso na Assembléia Legislativa - RO (Foto: Reprodução ALE TV)

 

O Deputado Anderson comemorou o resultado, já que além do Governo não se manifestar com clareza em relação aos impactos da proposta sob os servidores, temia-se que as dificuldades orçamentárias fossem piores que as enfrentadas atualmente no Sistema Prisional.

 

ASCOM/Singeperon

MENSAGEM RÁPIDA

2013 -SINGEPERON - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS