Agentes Penitenciários agem rápido e evitam fuga de preso para Bolívia

 

 Arabutam estava preso há dois anos

por crimes de homicídio e estupro

 

Servidores do Sistema Penitenciário lotados em Costa Marques conseguiram evitar que um detento, identificado como Arabutam Neto da Silva de 63 anos de idade fugisse do País. Segundo os agentes penitenciários, Arabutam teria aproveitado o momento destinado a venda de verduras em frente ao presídio. A comercialização de hortaliças produzidas dentro do presídio, é uma atividade de ressocialização estabelecida de acordo com a tempo de pena cumprida pelo detento, eles podem sair para vender as verduras usando tornozeleira eletrônica, mas precisam voltar ao presídio, o que no caso de Arabutam, não ocorreu.

 

Ele empreendeu fuga por volta das onze horas da manhã, desde então, os agentes penitenciários realizavam buscas pela cidade. O preso só foi localizado no início da noite, quando saiu do esconderijo, e aguardava às margens do Rio Guaporé, para travessia de barco ao território Boliviano.  

 

Ronaldo Rocha, diretor Social do Singeperon, parabenizou o empenho dos agentes penitenciários. “Mesmo diante da falta de efetivo suficiente, e inúmeras deficiências do sistema penitenciários, os agentes mostraram novamente o comprometimento com a atividade. É bom saber que temos servidores empenhados, que evitaram que esse preso transferido da cidade de Ji-Paraná condenado por crimes de homicídio e estupro, ganhasse a liberdade indo para outro país, colocando a vida da população em risco. ” Finalizou.

 

Ascom/Singeperon (com informações do site, A Folha do Vale do Guaporé)

MENSAGEM RÁPIDA

2013 -SINGEPERON - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS