DIREITO DE RESPOSTA DO SINGEPERON SOBRE NOTÍCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

 

O Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores – SINGEPERON vem a público informar que a matéria “Agente Penitenciário e presos são condenados por ato de improbidade” veiculada pelo site do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) em 01.03.2018 e replicada em diversos sites de notícias relatou que determinado servidor público foi condenado por atos de improbidade por receber propina de presos e facilitação de fuga.


No entanto, a imprensa do TJ vinculou de forma equivocada a figura do agente penitenciário aos fatos relatados, pois o servidor público condenado no processo em questão era, à época, policial militar da reserva remunerada (aposentado), bem como o mesmo nunca foi agente penitenciário.


O Singeperon lamenta o ocorrido e registra que fatos como esse acabam por denegrir a imagem do Agente Penitenciário, servidor esse que empenha muito esforço em prol da segurança das unidades penitenciárias e, portanto, de toda a coletividade, enquanto o Estado não oferece o mínimo de condições de trabalho, seja quanto ao efetivo, instalações insalubres e perigosas etc.


A diretoria do Singeperon aproveita a oportunidade para expor que existe ação judicial discutindo a greve desses servidores há 10 meses, mas que referido processo caminha a lentos passos no gabinete do Desembargador Roosevelt Queiroz.

 

ASCOM/SINGEPERON 

MENSAGEM RÁPIDA

2013 -SINGEPERON - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS